Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Ministério lança campanha de prevenção de acidentes

O Ministério dos Transportes lançou, na última semana de 2010, e veicula em revistas e TV aberta, até fevereiro, a campanha publicitária institucional "Prevenção de Acidentes", criada pela Agência Link/Bagg, com o objetivo de "conscientizar e alertar os motoristas sobre a importância de dirigir com responsabilidade nas estradas, especialmente no período de férias em que o fluxo de veículos nas rodovias é maior".
  • Publicado: Segunda, 03 de Janeiro de 2011, 22h00
  • Última atualização em Segunda, 03 de Janeiro de 2011, 22h00

O Ministério dos Transportes lançou, na última semana de 2010, e veicula em revistas e TV aberta, até fevereiro, a campanha publicitária institucional “Prevenção de Acidentes”, criada pela Agência Link/Bagg, com o objetivo de “conscientizar e alertar os motoristas sobre a importância de dirigir com responsabilidade nas estradas, especialmente no período de férias em que o fluxo de veículos nas rodovias é maior”.

Ao contrário de outras campanhas de educação nas estradas, a nova campanha do Ministério dos Transportes pretende sensibilizar as pessoas fazendo com que elas mudem seu comportamento e dirijam com consciência e responsabilidade, de uma forma totalmente inovadora: em vez da frieza dos números estatísticos, a emoção; e em vez da tragédia e da morte, a vida.

Em dois comerciais de televisão, e uma grande campanha impressa, os motoristas serão estimulados a dar um novo sentido ao ato de dirigir. Verbos associados a atos de imprudência ganham uma nova dimensão com o desvendamento positivo no lugar da tragédia. Assim, “correr” (só se for pro abraço), “capotar” (só se for de sono na cama), “beber” (só se for cultura), “avançar” (só se for na idade), “bater” (só se for um papo), e “morrer” (só se for de rir), ganham conotação positiva.

Além da veiculação nacional, a campanha pode ser conferida no site do Ministério dos Transportes (aqui).

registrado em:
Assunto(s): Notícia
Fim do conteúdo da página