Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Ministério dos Transportes e Dnit destinam recursos para recuperação de rodovias no Sudeste

Com a publicação da Medida Provisória nº 522 no DOU desta quinta-feira (13/01/2011), o Ministério dos Transportes e o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) receberam R$ 80 milhões que serão imediatamente aplicados em obras emergenciais nas rodovias afetadas pelas fortes chuvas que atingiram os estados da região Sudeste do país nos últimos dias.
  • Publicado: Quarta, 12 de Janeiro de 2011, 22h00
  • Última atualização em Quarta, 12 de Janeiro de 2011, 22h00

Com a publicação da Medida Provisória nº 522 no DOU desta quinta-feira (13/01/2011), o Ministério dos Transportes e o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) receberam R$ 80 milhões que serão imediatamente aplicados em obras emergenciais nas rodovias afetadas pelas fortes chuvas que atingiram os estados da região Sudeste do país nos últimos dias. 

 

O diretor-geral do Dnit, Luis Antônio Pagot, e técnicos do departamento já estão no Rio de Janeiro, estado com maior número de ocorrências em rodovias federais, para fazer o levantamento de todas as ações necessárias à recuperação da malha federal danificada pelo excesso de chuva. Os trechos mais afetados (veja no quadro abaixo) estão localizados na serra fluminense onde houve quedas de barreiras, deslizamentos e rupturas em rodovias federais administradas pelo próprio Dnit e em rodovias federais concedidas à iniciativa privada.

 

Em reunião com representantes do Governo do Rio de Janeiro na manhã de hoje (13/01), Pagot disponibilizou maquinário para auxiliar na desobstrução das vias de acesso aos municípios mais atingidos pela chuva e pela lama que continua descendo das encostas dos morros. Imediatamente após a avaliação técnica dos danos nas rodovias estaduais e vicinais, também poderão ser destinados recursos financeiros.

 

Veja abaixo a situação das rodovias federais em todo o país.

 

RIO DE JANEIRO

No estado do Rio de Janeiro, a ação do Dnit vai além das rodovias federais sob sua jurisdição. Com base na Lei 12.340 de 01/12/2010, o órgão auxilia o Governo do Estado na desobstrução de vias, principalmente nos municípios de Teresópolis e Nova Friburgo. Nos dois municípios onde há ruas e bairros isolados por deslizamentos o Dnit colocou à disposição caminhões basculantes e escavadeiras. O trecho Urbano com nove quilômetros da BR-393, entre Volta Redonda e Barra Mansa, tem problemas de erosão na lateral da pista. O tráfego está normal.

 

BR-495

Trecho: Petrópolis – Teresópolis – Nova Friburgo (12 pontos de deslizamentos)

Ocorrência: No km 2,5 ao 3 houve 4 pontos de deslizamentos grandes. No kms 7 e 13, Dnit aguarda o término dos trabalhos do trecho km 2,5 ao 3 para chegar ao local e verificar a situação. Nos kms 24, 26 e 27 deslizamentos grandes, sendo o km 24 o mais grave.

Providências: obras de remoção de barreira já foram iniciadas.

Tráfego: Nos kms 26 e 27 trânsito em meia pista. No km 24, trânsito interrompido com previsão de liberação dia 16/01. No trecho do km 2,5 ao 3, trânsito interrompido com previsão de liberação para hoje, dia 13/01, às 14 horas. Nesse trecho de 33,4 quilômetros, o Dnit deslocou cinco retro escavadeiras e quatro escavadeiras de grande porte e vários caminhões basculantes. Rodovias estaduais serão trabalhadas em apoio ao Estado do Rio de Janeiro, sob coordenação do DER/RJ.

 

Município de Teresópolis, Petrópolis, Nova Friburgo e São José do Vale do Rio Preto

Ocorrência: Deslizamentos com grandes danos; várias ruas estão intransitáveis; há bairros isolados.

Providências: Dnit colocou a disposição dos municípios, caminhões basculantes e escavadeiras hidráulicas e retro escavadeiras.

 

MINAS GERAIS

BR-116 / MG

Trecho: Matias Lobato

Ocorrência: km 378,5 queda de talude de corte, interrupção parcial da pista.

Tráfego: em meia pista.

Providências: as obras de remoção de barreira já foram iniciadas.

 

BR-116 / MG

Trecho: São João do Manhuaçu

Ocorrência: Rompimento de bueiro no km 608.

Tráfego: em meia pista.

Providências: obras de remoção de barreira já foram iniciadas.

 

BR-146 / MG

Trecho: Serra do Selado

Ocorrências: Erosão do aterro, atingindo a terceira faixa no km 516,4.

Tráfego: Trânsito na terceira faixa impedido. Trecho sinalizado.

Providências: Dnit aguarda a diminuição das chuvas para avaliar as providências necessárias.

 

BR-259 / MG

Trecho: São Vitor

Ocorrência: Erosões nos bordos com pequeno abatimento da pista no km 151,5. Possibilidade de agravamento da situação com continuidade das chuvas.

Tráfego: Normal

Providências: Dnit aguarda a diminuição das chuvas para avaliar as providências necessárias.

 

BR-354 / MG

Trecho: Caxambu – Div. MG/RJ

Ocorrências: Entre os km 692,9 – km 764,5 existem 15 pontos com pequenos desmoronamentos de talude, cujas barreiras estão sendo removidas. Trânsito nos locais das ocorrências feito em meia pista. No km 750, há grande erosão do aterro.

Tráfego: Restrição de tráfego de veículos pesados, inclusive de ônibus.

Providências: obras de remoção de barreira já foram iniciadas. Na erosão no km 750, o Dnit aguarda as a diminuição das chuvas para avaliar as providências necessárias.

 

BR-356 / MG

Trecho: Contorno de Ouro Preto

Ocorrências: Desmoronamento de talude de corte, causando interdição parcial da pista no km 98.

Tráfego: Trânsito realizado em meia pista.

Providências: obras de remoção de barreira já foram iniciadas.

 

BR-365 / MG

Trecho: Santa Vitória - Chaveslândia

Ocorrências: Erosão tomando o acostamento da rodovia no km 847.

Tráfego: Trânsito em meia pista no local. Trecho devidamente sinalizado

Providências: Dnit aguarda a diminuição das chuvas para avaliar as providências necessárias.

 

BR-381 / MG

Trecho: Jaguaruçu / MG

Ocorrências: Erosão tomando o acostamento (lado direito) no km 284,9.

Tráfego: normal

Providências: Dnit aguarda a diminuição das chuvas para avaliar as providências necessárias.

 

GOIÁS E DF

BR-060 – Desvio na altura de Alexânia. Foi feita uma obra de contenção. Devido às fortes chuvas, não é possível, no momento, fazer a definitiva. Ainda não há previsão de quando a obra será executada, mas o projeto já está sendo elaborado. O Dnit aguarda o laudo.

 

BR-070 – Ponte do Córrego dos Macacos. O Dnit está em estado de atenção.

 

BR- 070 –Restrição a veículos pesados em Aragarça (GO).

 

SÃO PAULO

Apesar das fortes chuvas que caem em São Paulo, as rodovias federais do estado não têm interdições e/ou quedas de barreiras.

 

SANTA CATARINA

Rodovias em condições normais.

 

SERGIPE

Pista em boas condições, ainda que o Estado esteja sob fortes chuvas, nos últimos dias.

 

TOCANTINS

Os 2,7 mil quilômetros de pistas estão em boas condições.

 

RIO GRANDE DO SUL

A BR-290 no km 534, que fica entre Rosário e Alegrete, funciona apenas em meia pista, por conta de um bueiro que abriu. A previsão é de que tudo esteja normalizado em 60 dias. Produto químico do arroz transportado foi arrastado pelas chuvas da semana passada e corroeu o metal do bueiro.

 

RIO GRANDE DO NORTE

Situação normal das rodovias, mas as chuvas começam a ficar intensas no Estado.

 MATO GROSSO

BR- 242 – Há três pontos de interdição na altura de Alto Boa Vista. Foi feito um desvio pela MT 433. O Dnit trabalha para a recuperação desde o Natal, mas não há previsão, devido às chuvas. Um dos problemas foi a queda de uma ponte de madeira. O tráfego flui com veículos leves. O desvio é apenas para veículos pesados.

BR- 163 – Bueiro cedeu próximo à Nova Mutum. A rodovia foi interditada, e a recuperação foi feita no mesmo dia.

BR-070 – Rompimento de pista na altura de Barra do Garça. O Dnit está revendo o prazo devido às chuvas.

ALAGOAS

Rodovias em condições normais.

 

BAHIA

Rodovias em condições normais.

 

AMAZONAS E RORAIMA

Rodovias em condições normais.

 

CEARÁ

Rodovias em condições normais.

 

ESPÍRITO SANTO

Rodovias em condições normais.

 

PARANÁ

Rodovias em condições normais.

 

PARÁ E AMAPÁ

BR-316 - no km 14, município de Marituba, trafega-se em meia pista devido à erosão num bueiro.

BR-010 - na Belém Brasília, no km 167, sentido Itinga-Paragominas, há retenção parcial de tráfego também devido à erosão em bueiros, mas a pista ainda está liberada. Nas duas rodovias a empresa responsável pelos trechos já está trabalhando.

 

PERNAMBUCO

No dia 12, situação recorrente de emergência, na BR-101, onde duas pontes estão sendo construídas.

 

PIAUÍ

Rodovias em condições normais.

 

MARANHÃO

Rodovias em condições normais.

 

MATO GROSSO DO SUL

Rodovias em condições normais.

 

PARAÍBA

Rodovias em condições normais.

 

RONDÔNIA E ACRE

Rodovias em condições normais.

 

CONDIÇÕES DAS RODOVIAS FEDERAIS CONCEDIDAS

 

CONCER

BR-040 (RJ/MG)

13/01/2011 – 10h50

Equipes da Concer liberaram o km 52/RJ da BR-040, em Itaipava, distrito de Petrópolis. A pista foi atingida parcialmente pela queda de uma barreira com o temporal da madrugada de ontem. A rodovia segue em mão dupla na pista do sentido Juiz de Fora no trecho entre os kms 34 e 35, em Três Rios. A reversão se deve ao afundamento de uma parte da pista do sentido contrário, no km 35, causado pela correnteza do Rio Piabanha. No trecho do km 24, a pista da rodovia que leva à capital fluminense opera normalmente. Ontem, devido ao aumento do volume do Piabanha, a pista chegou a ficar fechada temporariamente por precaução. Já no km 30, também em Três Rios, o tráfego flui em meia pista no sentido RJ. A pista do sentido Juiz de Fora opera sem problemas no local, assim como a saída do km 22, que faz ligação da BR-040 com a BR-393. Em Levy Gasparian, o motorista que se dirige para o Rio deve ficar atento na altura do km 8, que permanece em meia pista por causa de uma barreira. Há ainda interdições de acostamentos nos kms 54/RJ e 63/RJ, em Itaipava.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Concer

 

RODOVIA DO AÇO

BR-393 / RJ - Rodovia do Aço

12/01/2011 – 16h20

A concessionária Acciona informou que já está liberado o trecho entre a BR-393 e a BR-040, que estava interrompido, em razão da queda de uma barreira que interditava o km 134 da Rodovia do Aço.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Acciona

 

CRT

BR-116 / RJ - Trecho Além Paraíba - Teresópolis 

12/01/2011 – 18h

A Concessionária Rio Teresópolis (CRT), avisa seus usuários que o trecho da rodovia que faz a ligação entre o Rio de Janeiro e a cidade de Teresópolis não foi afetado pelas fortes chuvas que caíram na região. No segmento da Serra dos Órgãos, entre o km-104 e o km-89 existe um trecho em sistema de pare e siga onde está sendo realizada a obra de construção da terceira faixa, iniciada ainda em 2010.

Segmentos com inferência ou interrupção no fluxo de veículos

No trecho entre Teresópolis e Além Paraíba, temos as seguintes situações:

Entre o km-75 e o km-74 o tráfego está sendo feito em sistema de pare e siga em função de deslizamento de terra.

Entre o km-69 e o km-54 a rodovia está interditada e apesar de várias equipes e equipamentos estarem no local, não há previsão de reabertura. Além do deslizamento de terra e vegetação em alguns pontos, o maior problema enfrentado pela concessionária está ligado ao transbordamento do Rio Paquequer e do Rio Preto que ultrapassaram o nível das pistas, impedindo desta forma o acesso aos pontos que necessitam de intervenções. Assim que baixar o nível das águas, será feita a limpeza das pistas e vistoria das pontes e encostas para liberação da rodovia com segurança.

Até o momento a CRT não identificou danos significativos à estrutura da rodovia e entende que com a redução do volume do rio e com a melhoria das condições climáticas, será possível restabelecer o fluxo de veículos em todo trecho sob concessão.

Fonte: Assessoria de Comunicação da CRT

 

AUTOPISTA FERNÃO DIAS

BR-381/MG/SP - Trecho Belo Horizonte - São Paulo

13/01/11 – 9h40

Na pista Sul (sentido São Paulo) da rodovia Fernão Dias, o acostamento está bloqueado entre os quilômetros 76 e 78,5, na região de São Paulo, devido a quedas de barreira. O tráfego segue e não há mais lentidão no local. Equipes da Concessionária realizam a limpeza da pista.

Na pista Norte (sentido Belo Horizonte), a faixa 2 está bloqueada entre os quilômetros 52,8 e 52,2, na região entre Mairiporã e Atibaia, devido à uma erosão no acostamento. O tráfego flui pela faixa 1.

Fonte: Assessoria de Imprensa da OHL

 

AUTOPISTA RÉGIS BITTENCOURT

BR-116/SP/PR - Trecho São Paulo – Curitiba

13/01/11 – 9h40

Rodovia em situação normal, com obras rotineiras da concessionária.

Fonte: Assessoria de Imprensa da OHL

 

AUTOPISTA LITORAL SUL

BR-101/SC - Trecho Curitiba – Florianópolis

13/01/11 - 9h40

Rodovia em situação normal, com obras rotineiras.

Fonte: Assessoria de Imprensa da OHL

 

AUTOPISTA FLUMINENSE

BR-101/RJ - Trecho Divisa RJ/ES - Ponte Presidente Costa e Silva

13/01/11 – 9h40

Rodovia em situação normal, com obras rotineiras.

Fonte: Assessoria de Imprensa da OHL

 

AUTOPISTA PLANALTO SUL

BR-116/PR/SC - Trecho Curitiba - Divisa SC/RS

13/01/11 – 9h40

Rodovia em situação normal, com obras rotineiras.

Fonte: Assessoria de Imprensa da OHL

 

CONCESSIONÁRIA NOVA DUTRA

BR 116 – RJ/SP – Trecho São Paulo – Rio de Janeiro

13/01/2011 – 10h50

Há uma interdição no km 14,6, região de Lavrinhas/SP, sentido Rio de Janeiro, devido a uma queda de barreira na manhã de hoje.

Estão interditados o acostamento e a faixa da direita.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Concessionária

 

CONCEPA

BR-290/RS

13/01/2011 – 18h

Rodovia em situação normal, com obras rotineiras.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Concessionária

 

ECOSUL

BRs 116, 392 e 293

Pólo Rodoviário de Pelotas

13/01/2011 – 10h

Condições normais.

 

registrado em:
Assunto(s): Notícia
Fim do conteúdo da página