Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
RODOVIAS

Na Bahia, Governo Federal entrega 59 quilômetros de pista recuperada na BR-135

:: :
  • Publicado: Quinta, 02 de Julho de 2020, 14h14
  • Última atualização em Segunda, 06 de Julho de 2020, 12h22

Serviço garante mais segurança em uma das principais rotas de escoamento da produção de grãos do estado

O Ministério da Infraestrutura (MInfra), por meio do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), entregou, nesta quinta-feira (2), 59 quilômetros de pista recuperada na BR-135, no estado da Bahia, no trecho localizado entre o km 79 e o km 138. Desde o início do ano, as equipes do DNIT realizam os serviços de recuperação na rodovia, que integra os municípios de Barreiras, Riachão das Neves, Santa Rita de Cássia e Formosa do Rio Preto.

A BR-135/BA é uma rota de grande relevância para o escoamento da produção de grãos e fibras da região de Formosa do Rio Preto ao município de Barreiras. A cidade de Formosa do Rio Preto é conhecida como a 5° maior produtora brasileira de soja, segundo o IBGE, e a 1° produtora do estado da Bahia. Já o município de Barreiras concentra as indústrias de beneficiamento e possibilita o escoamento da produção para exportação por meio da BR-242.

“As obras não pararam, mesmo neste período de pandemia. Estamos entregando, em média, duas obras por semana e, hoje, inauguramos mais uma etapa das obras de restauração da BR-135/BA, uma das mais importantes rodovias de ligação do Norte ao Sul do país. É uma obra que vai desempenhar funções significativas para a estrutura sócio-produtiva regional, com destaque para o escoamento da produção e para a integração econômica do Brasil”, destacou Tarcísio Gomes de Freitas.

RESTAURAÇÃO – A aplicação da camada de CBUQ (Concreto Betuminoso Usinado a Quente) foi um dos trabalhos executados pelo DNIT nos 59 quilômetros da rodovia. O serviço realizado no trecho resultará em melhores condições de trafegabilidade, proporcionando assim maior conforto e segurança aos motoristas.

Agora, os colaboradores do DNIT atuam em serviços de manutenção como capina, caiação de meios-fios, roçagem e tapa buracos, além de sinalização de todo trecho por meio do programa BR Legal. O contrato de manutenção tem previsão de término no primeiro semestre de 2021.

*Com informações da Coordenação-Geral de Comunicação Social – DNIT

 

Assessoria Especial de Comunicação

Ministério da Infraestrutura

Fim do conteúdo da página