Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
INVESTIMENTO

Mesmo durante a pandemia, setores ferroviário e portuário tiveram grande movimentação”, afirma secretário-Executivo do MInfra

  • Publicado: Quinta, 02 de Julho de 2020, 11h01
  • Última atualização em Segunda, 06 de Julho de 2020, 12h22

Afirmação foi dada nesta quinta-feira (2) durante a 3ª rodada de reuniões com investidores japoneses

267a548c 8123 48eb 8abf 4a80aa0b7686

O secretário-Executivo do Ministério da Infraestrutura (MInfra), Marcelo Sampaio, liderou, nesta quinta-feira (2), o Infrastructure Virtual Mission, para apresentação do cronograma de concessões do governo a investidores estrangeiros. No evento, organizado em parceria com a Embaixada do Japão, foram debatidos a continuação dos cronogramas da Pasta, mesmo durante a pandemia. Na reunião, Sampaio apresentou a carteira de projetos que ainda acontecerão este ano.

“Estamos trabalhando duro para conseguir entregar tudo dentro do planejado. Desde o início deste ano, já foram 39 entregas e ainda estão previstas mais de 30 no segundo semestre. Já entregamos R$ 3,5 bilhões em obras” ressaltou o secretário.

Além disso, Sampaio apresentou o programa Pró-Brasil, que tem a proposta de reunir a sociedade e o setor produtivo na definição de uma agenda estruturante para o setor de transportes. “Nosso propósito é trazer grandes instituições de controle para uma união pela infraestrutura. Ele é estruturado em duas frentes: o Progresso e a Ordem, que vão unir esforços entre o setor produtivo e entidades públicas”, afirmou.

Este é o 3º Infrastructure Virtual Mission, realizado pelo MInfra em parcerias com embaixadas. O primeiro encontro aconteceu em maio, junto a investidores espanhóis, e o segundo, em junho, com investidores italianos. Ainda está prevista agenda com representantes da China. O modelo é uma adaptação à série de roadshows que o ministério organizou em 2019 com viagens à Alemanha, Reino Unido, Espanha e Estados Unidos.

Assessoria Especial de Comunicação
Ministério da Infraestrutura

Fim do conteúdo da página