Sobre Política de concessões Parcerias disponíveis Multimídia Legislação Evolução dos projetos
(PowerBI)
Cadastro de Parceiros
pt-bren

Política de Concessões

Rio, terra, céu e mar.

Voltar
portos

Porto de Santana - MCP02

PORTOS – Arrendamento de terminal para movimentação e armazenagem de granel vegetal sólido no Porto de Santana/AP

IMPORTÂNCIA: A principal carga a ser movimentada no terminal é o farelo de soja, que representa 11% do perfil “granel sólido vegetal” do porto e tem destacada importância na balança comercial brasileira, com o país ocupando a segunda posição nas exportações mundiais. Hoje em dia a carga é enviada ao Porto de Santos, de modo que haverá considerável redução nos custos de transporte interno com a alteração para o Porto de Santana, muito mais próximo da região produtora de soja no Brasil, localizada majoritariamente no estado do Mato Grosso. Além dessa redução no transporte interno, há que se considerar também que Santana tem uma vantagem competitiva pela sua proximidade com a Europa, permitindo economia de cinco dias de navegação marítima na comparação com Santos.

etapa:

23/12/2019

Estudos

02/04/2020

Audiência pública

TCU

4º Trim. 2020

Edital

1º Trim. 2021

Leilão

2º Trim. 2021

Contrato

UF:

PROJETO BROWNFIELD

Empregos gerados ao longo do contrato de Arrendamento:

estima-se 793 (diretos, indiretos e efeito-renda)

ÁREA DO TERMINAL:

3.186,74.

Investimentos previstos:

R$ 41,35 milhões

VOCAÇÃO:

Carga – Granel Vegetal Sólido

CAPACIDADE ESTÁTICA:

21.600 t

PRAZO DE CONTRATO:

25 anos

VALOR DE ARRENDAMENTO VARIÁVEL:

R$ 1,70/t

Critério do Leilão:

Maior Outorga.

VALOR DE ARRENDAMENTO MENSAL:

R$ 20,067 mil

QUALIFICAÇÃO PPI:

Resolução nº 107, 19/02/2020.

Mais informações: Link Estudos: